Blog Post

Últimas do blog
25 Outubro 2013

O Mestre Pablo Picasso

Pablo Picasso, um gênio da pintura, nasceu no dia 25 de Outubro de 1881. Hoje por tanto é um dia pra reverenciar a inovação nas artes, justamente o que Picasso representou para a pintura na sua época. No mundo artístico sempre acontecem ciclos em que se observa uma maioria optando por caminhos óbvios e, sem muita criatividade, enquanto poucos se propõem a um desfaio profundo que pode, ou não, dar resultados. Isso acontece na Pintura, na Música, na Literatura… No meu caso, eu observo esses ciclos com mais cuidado no mundo Rock.

Não seria exagero meu dizer que estamos precisando de um Pablo Picasso para o Rock. O estilo vai mal das pernas no mundo inteiro. Aqui no Brasil a situação é trágica. A década de 2000 é pra mim uma década perdida. A impressão que tenho é que ao longo dos primeiros anos do século XXI o público foi adestrado para cultuar apenas o que está na moda ou o que já é consagrado. O resultado disso é triste e podemos ver isso hoje em dia. Bandas autorais com cada vez menos espaço e muitos artistas com uma estética “retrô” jurando por Deus que estão sendo criativos.

Pablo Picasso apresentou para o Mundo o Cubismo. E fez isso numa época em que as pessoas cultuavam o realismo e que a fotografia estava se popularizando como técnica nas artes. Essa transgressão artística promovida pelo ilustre pintor, nascido em Málaga, foi uma passo adiante na história das artes plásticas. No Rock brasileiro essa transgressão já está atrasada e o mercado musical daqui já criou ferramentas para diluir qualquer tentativa de enfrentar a situação de conforto que a indústria do entretenimento fútil conseguiu criar.

A transgressão artística, entretanto, deve ter conteúdo e deve ser movida por idéias que sejam maiores que o próprio artista. Picasso ficou muito famoso por retratar momentos políticos muito conturbados. Talvez sua obra prima seja justamente o quadro Guernica (de 1937) que é uma metáfora imagética do bombardeio que Hitler protagonizou na Espanha. Picasso também flertou com ideias anarquistas e foi filiado por muito tempo ao Partido Comunista numa época em que não havia o Movimento Hippie e nem Stalin havia ensinado para os corruptos como fazer um Corporativismo da ladroagem.

Em 2010 a banda Restart protagonizou uma transgressão artística no Rock Brasileiro. Sim! Na época foi uma transgressão usar roupas Tutti-Frutti sem medo de ser feliz. Porém essa transgressão foi tão fútil que a banda ficou mais famosa pelo péssimo gosto em se vestir que pela música que faziam. Imaginem se Pablo Picasso fosse famoso apenas por ser um voraz conquistador de mulheres??? Mas não, ele foi um galã muito inteligente e visionário. Qualidades interessantes pra qualquer um que deseja protagonizar uma verdadeira transgressão artística.

Boa semana à todos
Iano Fázio

Deixe um Comentário

O Último Anjo // ETNO - As 7 Fronteiras
  1. O Último Anjo // ETNO - As 7 Fronteiras
  2. Diário da Morte // ETNO - As 7 Fronteiras
  3. Sétima Fronteira // ETNO - As 7 Fronteiras
  4. Sobre Viver // ETNO - As 7 Fronteiras